Shalom

Um Seminário de Vida no Espírito Santo no Presídio

Por detrás daquele coração de pedra, existe também um coração que tem sede de Deus.

comshalom

A Promoção Humana da Comunidade Shalom realizou na última quarta-feira, 15, o Seminário de Vida no Espírito Santo na CPPL V em Itaitinga-CE.

Essa ação é parte de outras desenvolvidas pelos projetos de Promoção Humana da Comunidade que promove visitas sistemáticas. Além dessa ação, a Comunidade realiza missas, acompanhamentos, grupos de oração e conscientização, aos presídios e centro sócio-educativos favorecendo assim a experiência com Deus, resgate da dignidade e reinserção daqueles que estão privados de liberdade. Após o seminário os detentos irão se engajar em um grupo de oração que acontecerá semanalmente na unidade, onde eles trilharão o itinerário espiritual do Caminho da Paz.

Jeovana Freitas, missionária da Comunidade Shalom responsável pela assessoria de Promoção Humana, contou um pouco da sua experiência de evangelização no presídio. Confira:

“Acho que todas as pessoas que foram servir voltaram muito tocadas, primeiro porque o presídio é um local onde muitas pessoas tem medo de ir e, ao mesmo tempo, porque ali tocamos o homem realmente ferido e aquele homem que se não estivesse ali, provavelmente nos causaria medo no meio da rua. Foi uma experiência muito grande com a misericórdia de Deus. Você vai tocando na história de cada um e vai vendo como aquelas pessoas foram feridas e como essas feridas as levaram a cometer tantas barbaridades, mas ao mesmo tempo você vê aquele homem que é sedento de Deus. Por detrás daquele coração de pedra, por detrás daquele homem que teve coragem de roubar, de matar, de fazer tantas coisas contra a natureza do homem, existe também um coração que tem sede de Deus, esse coração que tem escrito esse desejo de Deus dentro dele. O que pude ver foi um homem sedento de Deus e que no momento de oração fechava os seus olhos, erguia seus braços, chorava, se ajoelhava, se arrependia e eu pude ver Deus também escutando a prece daquele homem que assim como eu é pecador.

Foi muito belo escutar eles cantando “hoje livre sou, hoje livre sou, hoje livre sou” e parecia um paradigma, por que ali eles cantando e iam fazendo essa descoberta de que a verdadeira liberdade é a liberdade de ser filhos de Deus. Um testemunho que me chamou muito a atenção foi a de um jovem que disse:

“É muito fácil matar, é muito fácil roubar, o difícil mesmo é ser cristão, é dar testemunho do amor de Deus, isso é que é difícil, mas acredito que eu posso recomeçar e o que eu vivi aqui hoje nunca vou esquecer na minha vida. Lá fora as pessoas nos olham como lixo, como nada, mas ter vocês aqui acolhendo a gente, rezando por nós, falando do amor de Deus para nós é uma experiência que não vou esquecer jamais.”


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *