Formação

Viva, eficaz e penetrante (hb 4,12)

comshalom

Certamenteo autor da carta aos Hebreus não afirmaria tais palavras sem o conhecimentoprofundo do que siginifica a força da palavra de Deus. Sem a experiência de queCristo está vivo, é eficaz e penetrante como PALAVRA VIVA, não teria forças para afirmar sem tocar de perto acerteza de sua eficácia e profundidade no contexto da vida.

 Todosos dias é dia de experimentar essa eficácia e profundidade do amor de Cristo,da sua vida e da sua missão. Temos diariamente oportunidade de fazer essaexperiência, temos acesso à palavra que nos foi anunciada pelos profetas, pelosdiscípulos, pelos santos, pelos apóstolos da Igreja e, acima de tudo, pelopróprio Cristo, “Palavra encarnada do Pai”.

 Nãopodemos, assim, alimentar um descaso ou a indiferença à palavra de Deus. Semela passamos o dia sem rumo certo, sem norte, sem caminho de santidade apercorrer, sem resposta, sem vontade de Deus esclarecida; sem ela a nossaoração não se encarna, não se torna consistente e sólida.

 Umoutro elemento é que a palavra é uma pessoa: devo me relacionar com ela nestacerteza de que estou a dialogar com alguém. Sou um ser humano, HOMEM, em todosos sentidos, isto é, vivo em uma verdadeira humanidade; devo ter uma educação,uma formação humana, virtudes, devo desenvolver minha inteligência, minhavontade, os meus sentimentos, meus afetos, enfim, devo ser realmente HOMEM.Porém, homem SEGUNDO A VONTADE DOCRIADOR, DO REDENTOR, porque sabemos que o ser humano está ferido e aquestão de “o que é ser homem” está obscurecida – o pecado ofendeu a naturezahumana até as suas profundezas.

 Serverdadeiramente homem não poderá se tornar palpável sem a relação íntima eprofunda com a PALAVRA DE DEUS. Estarelação restitui nas profundezas o que em nós foi obscurecido e deformado. Narelação com a palavra me configuro a minha perfeição em Cristo. O verdadeirohomem está escondido no Cristo “PALAVRA VIVA”. É preciso buscar com afinco oconhecimento da palavra e a experiência com a pessoa de Cristo nela e sair, coma ajuda de Cristo, deste obscurecimento da nossa natureza para alcançar overdadeiro ser humano à imagem de Deus.

 Éum processo de vida que deve começar diariamente, na escolha pela LECTIO DIVINA,mas que deve se realizar depois, ou seja, dali prosseguir para toda a nossavida. Trazer a palavra para a vida cotidiana e deixar que a nossa vida entre napalavra é ser verdadeiramente homem, criado e plasmado em Cristo, o VERBO, OLOGOS, A PALAVRA.

 Consideremostambém os Santos e Papas da Igreja: todos tiveram suas vidas firmadas na rocha:“Cristo, palavra viva do Pai.” Suas exortações, afirmações, direções e suasdecisões não foram feitas fora da palavra, não seguiam seus pensamentosmeramente humanos, sua inteligência e razão. Todos foram guiados pela fé napalavra de Deus, pela verdade encontrada nela, pelos sentimentos de Cristo,pelo rosto de Cristo, pelas ações de Cristo. É claro que não deixaram deconsiderar os fatos históricos, a razão das coisas, o contexto da escrita, oestudo aprofundado da mesma, mas, unido a isto, uma consciência de que sem oEspírito Santo não há encontro com a Palavra viva. Unido a isto, uma fé napalavra capaz de transformar a si mesmos e ao mundo.

 Comcerteza exclamaram como Salomão: “Porisso, resolvi fazer dela a companheira de minha vida, sabendo que seria minhaconselheira para o bem, meu reconforto nos cuidados e na aflição (Sb 8,9)”. Observemos aqui que Salomãorevela-se por sua vez um investigador apaixonado pela sabedoria encerrada naPalavra. Quando Deus lhe propõe: "Pede.O que queres que te dê?", ele responde: “Concede-me um coração cheio de entendimento" (1Rs 3, 5.9). O segredopara ter "um coração cheio de entendimento" é modelar um coração que sejacapaz de ouvir. Isto se obtém meditando incessantemente a palavra de Deus ese comprometendo de conhecê-la cada vez melhor.

 Podemosafirmar que os santos são os melhores intérpretes da Bíblia porque encarnaramnas suas vidas a palavra de Deus. Porque passaram a ouvi-la, foram aderindo àmesma, encheram os seus corações de entendimento verdadeiro, assim não temiamabraçar o que fosse preciso nesta terra em vista da Igreja e dos homens, emvista da santidade no mundo. Eles entraram na palavra e deixaram que a palavraentrasse neles.

Entrarna palavra é entrar em Deus, é deixar que Cristo nos transfigure nEle. Istosignifica sair dos nossos próprios limites e entrar na largura, na altura e na profundidade de Cristo (Ef 3, 18).  Isto não se faz apenas com a inteligência, maspelo auxílio do Espírito e com todo o nosso coração, com toda a nossa alma ecom toda a nossa existência.

 Écerto que no nosso coração se esconde o desejo da palavra de Deus, queremosencontrar o rosto e a vontade de Deus para nós. Cabe-nos sair dasuperficialidade, penetrar nas profundezas da palavra de Deus e nela saciar anossa sede e, a exemplo de Salomão, afirmar: “Eu a amei e a procurei desde minha juventude, busquei desposá-la,apaixonei-me por sua beleza (Sb 8,2)”.

 Seapaixonar pela palavra é se apaixonar por Jesus Cristo e pela santidade. É unir-sea ela na vida cotidiana mesmo que custe perder a própria vida. É encontrar umcaminho atraente de radicalidade evangélica e não se deixar levar como palha que o vento dispersa. Ser como umaárvore plantada junto a regatos, produzindo frutos na estação de vida (cf. Sl1,3-4).

 JoãoPaulo II nos disse que “aPalavra de Deus é como uma escada em que podemos subir e com Cristo, tambémdescer na profundidade do seu amor.” Se o mundo roga-nos que lhe falemos arespeito de Cristo e que levemos em nós o seu amor, então devemos buscar na suapalavra a existência profunda neste amor, a coragem, a força e o compromissonecessário para um fecundo anúncio. Pela Palavrarecebemos o capacete da salvação e o gládio do Espírito (Ef 6, 17).

 Hoje o mundo tem sede de Cristoe do seu amor, o mundo tem necessidade de ver escrito, na vida dos verdadeiroscristãos, Jesus Cristo: PALAVRA VIVA,EFICAZ E PENETRANTE.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *