Mundo

Você já pensou em salvar uma vida?

comshalom

img_9324

Ao ler o título dessa matéria o que veio a sua mente? Será que você se imaginou no meio de um assalto se colocando na frente da vítima? Ou será que se viu naquela cena épica, digna dos super heróis, onde você retira da rua uma pessoa que estava prestes a ser atropelada? Se você pensou algo assim, sinto muito, mas não foi bem isso que imaginamos. Na verdade, foi algo bem mais simples. Você já doou sangue? Esse simples ato que dura alguns minutos pode possibilitar muitos anos na vida de alguém.

Nayanna Siqueira, 30, foi salva por uma doação de sangue. Ela tinha sopro cardíaco e precisou ser submetida a uma cirurgia. Por conta da operação ela precisou passar por uma transfusão, mas, infelizmente, ninguém de sua família tinha seu mesmo tipo sanguíneo, no caso, B-, e ela teve de recorrer aos bancos de sangue.

Ela conta que não foi fácil achar nos bancos o seu tipo sanguíneo. Cogitaram trazer uma doação de outro estado, mas o médico disse que deveria ser uma doação do mesmo dia pois havia o risco de o sangue ser rejeitado.

O socorro de Nayanna veio pela mãos, quer dizer, pelas veias de três soldados do Exército que fizeram uma doação. Hoje bem, Nayanna ressalta a importância do doador de sangue.

“Acredito que quando passamos por uma experiência que necessita de um doador de sangue, avaliamos o quanto é importante a doação. No meu caso, ninguém da minha família tinha e isso atrasou o processo da cirurgia. Felizmente, encontramos. Sinto que as pessoas não doam por medo, insegurança, e até mesmo falta de conhecimento. Mas, quando a necessidade bate à porta não pensamos duas vezes”, afirma Nayanna.

Histórias assim como a de Nayanna podem se repetir e você, como aqueles três soldados pode ser o heroi da vez.

Junior Araujo, 31, já se fez “heroi” por cinco vezes. Ele afirma que doou de forma recorrente pela “necessidade de ajudar os outros”.

“No momento que eu estou doando, estou salvando uma vida”, justifica ele.

Se você tem entre 16 e 69 anos, pesa acima de 50kg e está saudável, você pode ser um doador. Basta que no dia você esteja bem alimentado, descansado e esteja portando um documento de identificação com foto. Não perca essa oportunidade, uma única doação pode salvar vidas até quatro vidas.

Guilherme Rocha


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *