Formação

Você sabe o que é a tibieza?

Uma alma tíbia é uma alma morna, fraca, preguiçosa, desanimada e sem fervor. Esta “doença” traz sérias consequências, não só à nossa vida espiritual, mas a todas as realidades da nossa existência.

Em alguns períodos da nossa vida, podemos detectar em nós alguns dos sintomas da tibieza: a frieza, a apatia, o desânimo, a insatisfação com Deus e conosco mesmo, a falta de estímulos para a oração diária, e até mesmo a falta de forças para decidir por algo ou desistir de alguma coisa. Se sofremos deste mal, há esperança para nós e o remédio é infalível: precisamos de um novo, belo e santo Pentecostes!

É preciso, em primeiro lugar, tomar consciência da nossa condição de necessitados de uma renovação constante do Espírito Santo em nossa vida. O clamor constante e a abertura necessária à ação da graça farão de nós homens e mulheres fervorosos, capacitados pelo Espírito a transbordar no mundo o amor infinito de Deus.

Uma alma tíbia é uma alma morna, fraca, preguiçosa, desanimada e sem fervor. Esta “doença” traz sérias consequências, não só à nossa vida espiritual, mas a todas as realidades da nossa existência. Ela é consequência do pecado e desenvolve-se com facilidade nas almas que não são muito amigas das renúncias, sacrifícios e orações. Mas pouco adianta dizer, simplesmente, que é preciso aplicar à doença da tibieza o remédio do fervor. Seria como dizer a um doente que o remédio para ele é a saúde, ignorando que este é o seu problema: a falta de saúde.

O único remédio contra a tibieza é o Espírito Santo, porque não existe verdadeiro fervor se não for inflamado pelo fogo do Espírito. O pecado endurece o coração e torna a pessoa indiferente a Deus. O Espírito nos aponta as raízes do pecado, fortalece-nos para a batalha, fecunda em nós os seus dons, purifica-nos, aquece e inflama o nosso ser.

O Espírito Santo não se contenta em purificar-nos do pecado, mas prolonga a sua ação em nós até nos fazer “fervorosos no Espírito”. Comporta-se em nós como o fogo quando se apega à lenha úmida: primeiro a expurga, arrancando-lhe com barulho todas as impurezas, depois a inflama progressivamente, até que se torne toda incandescente e ela mesma se transforme em fogo. Ele, que faz novas todas as coisas, quer fazer fervorosos os homens tíbios.

Concretamente, isto quer dizer que o Espírito Santo nos preserva de cair na tibieza, e se por acaso já nos encontrarmos neste estado, livra-nos dela. É impossível sair da tibieza sem uma intervenção decisiva do Espírito; se tentarmos fazê-lo mergulharemos ainda mais no pecado do orgulho.

Olhemos para os apóstolos antes de Pentecostes: eram tíbios, incapazes de vigiar uma hora, discutiam sempre sobre quem seria o maior, ficavam espantados diante de qualquer ameaça. Depois que o Espírito veio sobre eles como línguas de fogo, tornaram-se a imagem viva do zelo, do fervor e da coragem. Fervorosos no pregar, no louvar a Deus, no fundar e organizar as Igrejas e, enfim, no sacrificar a vida por Cristo.

Cirilo de Jerusalém escreve: “Os apóstolos receberam o fogo que queima os espinhos dos pecados e dá esplendor à alma”, e um escritor medieval escreve: “O Paráclito que, em línguas de fogo, desceu sobre os apóstolos e os discípulos, desce também sobre nós como fogo: para queimar e destruir a culpa, para purificar a natureza, para consolidar e aperfeiçoar a graça, para expulsar a preguiça de nossa tibieza e acender em nós o fervor do seu amor” (Hermann de Runa, Sermões Festivos, 31).

Muitos santos passaram por um longo período de tibieza, mas nenhum deles foi santo sem ter sido encharcado, queimado, transformado pelo poder e ação viva do Espírito Santo.

“Passei nesse mar tempestuoso quase vinte anos, ora caindo ora levantando. Mas levantava-me mal, pois tornava a cair. Tinha tão pouca perfeição que, por assim dizer, nenhuma conta fazia de pecados veniais. Se temia os mortais não era a ponto de me afastar dos perigos. Sei dizer que é uma das vidas mais penosas que se possa imaginar. Nem me alegrava em Deus, nem achava felicidade no mundo. Em meio aos contentamentos mundanos, a lembrança do que devia a Deus me atormentava. Quando estava com Deus, perturbavam-me as afeições do mundo” (Santa Teresa de Jesus, Vida, 8,2).

Quando invocamos o Espírito, clamamos: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor”, e ainda: “Aquece o que está frio”. Às vezes este clamor também é frio, porque fria é a nossa esperança. Em Ezequiel 37 temos outra imagem clara de um povo tíbio: “nossos ossos estão secos, nossa esperança está morta”, mas é a poderosa ação do Espírito Santo que faz estes ossos secos retornarem à vida.

Com o auxílio da graça, portanto, é possível sair da tibieza e passarmos da condição de frios e temerosos a fervorosos no Espírito!

Bibliografia consultada:
Cantalamessa, Raniero. O canto do Espírito. São Paulo:Vozes, 1998.

Josefa Alves

VEJA TAMBÉM

Vencendo a tibieza

O Espírito Santo é o remédio contra tibieza

 

Formação: Junho/2


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. ?????????????????
    AMÉM!!!
    A PAZ DE CRISTO!!!
    O AMOR DE MARIA!!!
    SALVE MARIA!!!
    SHALOM!!!
    GRATIDÃO!!!
    Um GRANDE BEIJO NO CORAÇÃO,
    Gilceia e João Batista Resende Guedes
    A Vida Pode Ser Mais!!!
    Juntos Somos Mais Fortes!!!
    Ou Vai!!! Ou Voa!!!
    ?????????????????

  2. Eu também estou à procura de cura da minha tibieza. Desejo que orem para a minha cura. Já me encontro nessa vida a 68 anos e agora que me dei conta dessa enfermidade. Orem por mim. É que Deus me cure. Amém…

  3. Ao lê o livro “Dicionário à Divina Misericórdia” – Editora Canção Nova, me dei conta que sofre de tibieza seria, venho batalhando para romper, me libertar dessa dificuldade. Assim, solicito que divulguem mais este assunto, pois acredito que existe muitas e muitas almas que se encontram neste estado e não não sabem que tem ima causa grave. Solicito humildemente que orem por nós. Rezar o terço da Divina Misericórdia e fazer sacrifício é o caminho. Pai de misericórdia, suplico-Vos pela amargura da Paixão de Vosso Filho na cruz, que tenha compaixão das almas tíbias.

    1. Me encontrou hoje com tibieza é muito triste e muito ruim preciso de orações e vcs puderem fazer uma oração por mim com certeza já vai me ajudar e agradeço vou rezar muito para o espírito santo me curar pois eu quero me curar dessa tibieza

      1. Foi difícil chegar nessa descoberta, estou num profundo estado de tibieza, preguiça na oração não tenho nem vontade de orar olha para meus filhos e netos marido amigos não os conheço fico espantada… mas me foge a vontade de pedir socorro me socorre por favor, pelo amor de Deus… paŕece que vou ficar louca.. me ajude.

      2. Oi, Maria Lucimar!

        Estaremos em oração por você! Com certeza não é fácil passar por esse momento, mas a melhor forma de lutar contra ela é rezando.

        Shalom!

  4. Vem Espírito Santo em meu auxílio, faz-me ter consciência do meu estado de espírito, e renovai as forças da minha alma!
    Vem Espírito Santo e tira-me deste estado de tibieza!
    Foi muito esclarecedor ler este texto, agora ciente de como proceder, vou buscar a cura desta doença da alma!
    Obrigada Comunidade Shalom!!!

  5. Encontrava me na tibieza desde 2009 fui curada agora em 2019 justamente no dia d pentecostes …não desanimem é na tibieza q fortalecemos a fé pois devemos continuar orando adorando Jesus mesmo com toda frieza e indiferença que se apossa de nossa alma nessas fazes e A graça da cura chegará.Obrigada meu Deus e agradeço tbm nossa mãe Maria Santíssima.

  6. Hoje através da palestra do padre Roger Luiz na tv canção nova. Encontrei uma explicação pra minha indiferença e falta de animo. Tibieza. Senhor, derrama seu Espírito Santo, sobre cada um de nós que nos sentimos fracos e sem reação.
    JESUS eu confio em vós.

  7. Tenho vivido tristes dias de incerteza e desânimo. Sou cristã, sirvo a Deus no ministério da Santa Eucaristia, pastoral do batismo. Sou intercessora. Mas como servir ao Senhor com tanto insegurança? E bem cedo, na minha oração diária, com vontade largar tudo, me veio a palavra Tibia. Fui buscar…. agora …agradeço a Deus por ter encontrado vocês. Sei que o Espírito Santo pode me levantar. E EU QUERO. Obrigada

    1. Olá Maria, Shalom! A palavra de Deus diz que, os carismas são diversos mas é o mesmo Deus que realiza tudo em todos. Algum desafio no exercício dos nossos serviços é bom para que fique claro para os outros que a graça foi de Deus. Quando ficamos apenas com aquilo que é confortável para nós, não damos espaços para Deus mostrar seu poder, sua graça. Continue com paciência com você mesma, aos poucos Deus vai te surpreender. Estarei rezando por vc, Deus abençoe!!!! Shalom!!

  8. TIBIEZA……SOU TIBIA, SENHOR….. PEÇO AO DIVINO ESPÍRITO SANTO SUA AJUDA. QUE EM VOSSA BONDADE, ME AJUDE A SAIR DESSA FALTA DE ÂNIMO E DESOLAÇÃO EM QUE ME ENCONTRO.

  9. Como é penoso buscar por algumas definições e se deparar como sendo você a própria definição para uma palavra.
    Vem em meu socorro Senhor e me tira deste poço de tibiez em que me encontro!

  10. Misericórdia Senhor…..depois dessa explicação eu reconheço que tenho uma alma tíbia,eu preciso desesperadamente de um novo pentecostais…Por mais que eu tente nd me deixa feliz