Notícias

Missionários em Portugal e na Espanha partilham da graça da generosidade em meio à Pandemia

Intercessão pelo povo, olhar atento aos que estão em casa e muita generosidade. Essa foi a forma ousada e cheia de amor que os missionários que moram nestes dois países encontraram de não desanimar.

comshalom

Nesta Série Especial do comshalom.org em tempos de Pandemia, você está acompanhando como os missionários espalhados pelo mundo têm vivido a virtude da esperança, própria dos cristãos em todos os momentos da vida.

Hoje você vai conhecer a realidade de dois membros da Comunidade Católica Shalom que moram em países europeus vizinhos, Portugal e Espanha.

Portugal: lugar de corações dilatados de amor

Messias Albano é missionário da Comunidade Católica Shalom na cidade de Almada (Portugal).

Segundo ele, evangelizar em terras lusitanas neste tempo tem sido um novo, porque a maneira convencional de ir ao encontro das pessoas, porta a porta, fazendo amizade com o povo português, não está sendo possível por conta das restrições da Quarentena.

“Sabemos que para cada momento de dificuldades que o mundo passa, Deus abre caminhos novos para nos ensinar a evangelizar. Temos visto esse caminho através da internet, rezando o Terço dos Anjos todos os dias e fazendo reflexões com o Estudo Bíblico Diário, contando com a participação dos membros de grupos de oração do Projeto Juventude para Jesus de Portugal”, pontua Messias.

Laços mais fortes

Ele ressalta que os grupos de oração estão acontecendo Online e que os missionários da Comunidade de Vida e Aliança têm permanecido em casa, algo que tem fortalecido os laços entre eles.

“A responsabilidade de estarmos atentos aos irmãos mais frágeis tem gerado mais unidade em nós, especialmente nestes momentos difíceis. Estamos cuidando uns dos outros. Um dia fui à padaria e aquela ocasião resultou na doação de uma máscara para um senhor português que precisava”, comenta Messias.

O amor do povo português

Da mesma forma, ele conta que este é um tempo em que os portugueses também têm ajudado os missionários de forma concreta com doações.

Messias ressalta que, mais do que nunca, Deus os têm lembrado da necessidade de acolher todos os homens no coração, porque Cristo é misericordioso e perdoa, assim como cada missionário deve ser diante daquilo que a humanidade vive hoje.

“Continuamos fazendo a nossa Adoração ao Santíssimo Sacramento da seguinte forma: um irmão por hora, na Capela do Shalom daqui de Almada, todas as tardes. A caridade é o que dilata o coração para que nele caibam todos os homens, mesmo aqueles que não correspondem ao nosso amor. Através da humildade, não devemos nos escandalizar com nada, mas saber que Deus nos ama e é presente em nossas vidas”, conclui o missionário.

Espanha: Quando a solidariedade entra em cena e ilumina

Daniel é missionário na Comunidade Católica Shalom em Granada (Espanha). Ele conta que neste período de Quarentena, os missionários têm entrado em contato com os membros espanhóis da Obra através de videoconferências, mas não somente.

“A região onde estão nossas casas – a Casa Comunitária e a Residência Masculina-, é constituída de prédios muito próximos uns dos outros, de modo que a conversa com o vizinho da outra janela não é tão difícil. Aproveitamos essa realidade para conversar com algumas pessoas que até então nunca tivemos a oportunidade de conhecer, e também oferecer ajuda aos mais idosos que são aconselhados a não sair de suas casas neste tempo. Nos oferecemos para ir ao supermercado por eles, dentre outras coisas”, relata.

Olhar atento e presença: como foi o seu dia?

O missionário conta que desde o início da Quarentena, já é notório um ambiente de mais abertura à solidariedade, que é uma forma concreta de evangelização.

Segundo ele, a grande novidade é uma iniciativa com os jovens que participam do grupo de oração.

Ao final do dia, todos eles se conectam por videochamada para compartilhar como foi o “dia de quarentena”. Assim, mesmo isolados em suas casas, eles permanecem juntos.

“O objetivo é poder ajudá-los, na medida do possível, a viver este período de confinamento sem perder tempo. Além disso, o grupo de oração online, que fazemos às terças-feiras, possibilitou a participação de jovens de outras cidades  daqui da Espanha, como Madrid, Barcelona, Málaga e povoados próximos de Granada que desejavam participar de nossos grupos, mas não tinham a possibilidade pela distância. E isto foi uma grande graça”, ressalta.

Covid-19: É tempo de crer na Divina Proviência

Daniel pede a todos os missionários, que neste tempo não percam a consciência de que o olhar providente e protetor de Deus permanece o mesmo. “Deus não muda”, como ensina a grande espanhola Santa Teresa.

“O Deus que nos mandava as Suas graças para bem vivermos a nossas missões antes, é o mesmo que nos dá e dará as graças para vivermos os desafios e sofrimentos que esta Pandemia gerou. Que este seja um desafio que nos leve mais a oração, ao desejo de santidade, ao cuidado com o irmão que sofre”, conclui.

Especial Missões Internacionais em Quarentena

#Capítulo 1 | Míssionários na Itália e na França contam como manter a esperança em tempos de Covid-19

#Capítulo 2 | Missionários de Varsóvia e Cracóvia falam sobre a evangelização da Polônia em Quarentena

#Capítulo 3 | Missionários na Suíça e na Suécia contam como é ser um evangelizador na Europa em tempos de Covid-19


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *