Notícias

Ser celibatário é se decidir pela vontade de Deus

Os celibatários são o espelho do Espírito Santo trazendo como instrumento a fecundidade para todos aqueles que são tocados por sua vida.

comshalom

O Shalom Interlagos celebrou no dia 12 de Outubro, dia de Nossa Senhora de Aparecida, a missa de primeiros votos do Celibato pelo Reino dos Céus do consagrado na Comunidade de Aliança, André Luiz Corrêa, de 29 anos.

A liturgia do evangelho do dia (Jo 2,5) nos recordou de fazer tudo aquilo que o Senhor nos pede. Junto a isso, o Padre Jorge Tadeu, em sua homilia, nos fez perceber a missão do celibatário com as seguintes palavras: 

“Você precisa com suas mãos e com sua sabedoria encher sozinhos as talhas de água para oferecer ao seu Esposo. Porque o Esposo necessita de você, do seu corpo, das suas mãos, da sua cabeça e das suas emoções. Para que você não sirva mais a água para seus irmãos, mas para que você sirva para todos a sua vida. Você não serve o vinho melhor, você serve para todos nós a sua vida, que é muito melhor que um vinho que alegra o coração, mas é passageiro. Sua vida, seu estado de vida, o seu ser celibatário tem que ser bebida e alimento para que nós possamos nos embriagar desse amor que você sente por Deus para que também possamos querer dá o nosso sim sempre”.

Ainda nos fez entender que a vida celibatário não é uma vida vazia e solitária, mas uma vida plena de felicidade. “Ser celibatário não é ser um solteirão frustrado, ser celibatário é se decidir pela vontade de Deus e mostrar para todos como nós somos felizes pela nossa escolha de vida”, concluiu o sacerdote.

A representante do Moderador Geral, Cleusa Oliveira, consagrada da Comunidade de Vida com votos Perpétuos no Celibato para o Reino dos céus, enfatizou a sua mensagem para André:

“A vivência de um celibatário é muito simples, não tem nada de extraordinário, a não ser ofertar a nossa vida todos os dias e com alegria, mas do que a todos. E lembrar que quando te faltar o louvor, quando você for perseguido, quando você não for compreendido, quando até você mesmo não se compreender, sempre lembre que Nossa Senhora nunca vai te deixar faltar nada, sempre vai se antecipar na sua vida, pois ela sempre se antecipa na vida de um celibatário e sempre nos socorre. Então que esse dia seja um dia marcado na sua vida de grande profundidade e simplicidade. Um dia onde você escolhe amar mais a Deus e amando mais a Deus você amará mais seus filhos”.

André, se recorda da sua primeira experiência com Deus e de que não poderia imaginar tudo o que o senhor realizaria em sua vida.

“Bom lembro-me quando iniciei a minha caminhada na Igreja, com os meus 8 anos de idade, sempre me senti atraído pelas coisas de Deus, algo que me encantava muito era a Santa Missa, me sentia como se estivesse em casa, uma enorme alegria dentro de mim, algo inexplicável. Uma forte característica em mim sempre era porque há mais alegria em dar do que em receber (AT 20,35), eu sempre era  aquele amigo que as pessoas diziam coisas muito íntimas das suas vidas e que talvez só falariam para Deus, por isso sentia que minha felicidade era amar aqueles que o Senhor ama”.

André, ainda se recorda de todo o processo de enamoramento de Deus antes de concretizar a vontade de seu esposo:

“Quando iniciei meu processo de discernimento para o Celibato pelo Reino dos Céus no D2 (discipulado de segundo ano) o Senhor me dava uma passagem de Ozeias 2, que dizia ‘será conduzido para o deserto e reconhecerá  que eu sou o Senhor’, pensava comigo ‘mas por que? Estou no caminho e na vontade de Deus nada a ver comigo?’ Quando eu menos esperava fui invadido por um grande desânimo e tomado pelas coisas do mundo. Era como se eu nunca tivesse conhecido a Deus. Os retiros pessoais foram a grande salvação na minha vida, porque era ali que o Senhor firmava mais e mais a minha eleição e o quanto ele me amava. Me dizia ‘André até aquilo que usa para o mal foi eu quem te dei’. Fui vencido e na certeza de que só Deus basta desejo todos os dias fazer a vontade de Deus porque ninguém me amou mais do que meu Senhor!”

A missa se encerrou com toda a comunidade entoando um grande momento de louvor e gratidão por sua decisão e oferta de vida fecunda.

Confira também

Especial Celibato na Vocação Shalom


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *