Formação

Por que não distribuir doces de São Cosme e Damião?

No dia dedicado a esses santos, somos convidados a refletir sobre a vida desses irmãos e sobre o sincretismo religioso, que muitas vezes nos confunde

comshalom

Você nunca se perguntou do porquê no dia de São Cosme e Damião recebia doces ou se nunca participou, já viu esse movimento em diferentes lugares?

Celebramos no dia 26 de setembro São Cosme e São Damião, os dois irmãos santos, que segundo a tradição cristã eram gêmeos, médicos e depois da conversão ao cristianismo passaram a ser missionários e a auxiliar na cura do corpo e da alma, principalmente dos mais necessitados.

Por volta do ano 300 d.C., na época da perseguição dos cristãos, eles foram acusados e presos por não adorarem aos deuses e serem acusados de feitiçaria. Diante das acusações, eles sempre respondiam: “Nós curamos as doenças em nome de Jesus Cristo e pelo Seu poder”. E com relação à adoração aos deuses, respondiam: “Teus deuses não têm poder nenhum, nós adoramos o Criador do céu e da terra!”.

Depois de serem acorrentados e mantidos encarcerados numa estrita prisão, foram atirados ao mar, depois ao fogo, em seguida pregados na cruz e trespassados por flecha e mesmo assim, permanecendo vivos, ao afinal foram decapitados.

Ainda não deu para entender muito bem? Vamos prosseguir.

Sincretismo Religioso

O sincretismo religioso é um fenômeno que consiste na absorção de influências de um sistema de crenças por outro. No Brasil, os dois santos passaram a ser cultuados por outras denominações religiosas, no período da escravatura, onde os escravos de origem africana, para poder cultuar os seus deuses Orixá, Oxalá, Ogum entre outros, passaram a associá-los com os nomes dos santos católicos como São Sebastião, São Jorge e Jesus.

Com o uso dos nomes dos santos, eles não eram proibidos pelos Senhores de Engenho e o mesmo aconteceu com São Cosme e Damião, que foram associados aos orixás Ibejis, fazendo um sincretismo religioso.

A distribuição de doces: prática não cristã

As religiões de origem Afro-brasileiras associaram os santos católicos às suas divindades orixás Ibeji, que seriam entidades (espíritos) de crianças gêmeas, por isso fazem oferendas e distribuição de comidas e doces aos frequentadores dos centros e às crianças no dia 27.

É importante destacar que essa distribuição não é uma prática da Igreja Católica Apostólica Romana, por isso o porquê dos católicos não distribuírem doces no dia de São Cosme e São Damião. Porém, eles jamais abandonaram a fé cristã e são considerados os padroeiros dos farmacêuticos, médicos e das faculdades de medicina.

Portanto, que neste dia possamos pedir a intercessão de São Cosme e São Damião, que em Cristo Jesus foram para nós exemplos de fé, amor e caridade.

São Cosme e São Damião, rogai por nós!

Adriano Andrade
Missionário da Comunidade de Aliança

Saiba mais:

São Cosme e Damião

As virtudes na hora da alimentação

Semana Santa ou feriadão?

Blog Carmadélio: O ecumenismo não tem nada a ver com sincretismo

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *