Notícias

Halleluya Solidário faz ecoar o som da esperança para o mundo

Está preparado para acompanhar o som da solidariedade que será transmitido no próximo domingo?

As limitações deste tempo de pandemia e todas as preocupações relacionadas aos que são mais vulneráveis e não tem recursos para manter-se, impulsionaram o Festival que já teve tantos títulos a se reinventar: o Halleluya. A novidade deste ano, porém, emergiu de uma das características mais fortes de suas edições: a solidariedade.

Aquele que já foi chamado de o “Festival mais solidário do estado” não poderia permanecer sem voz em um período em que o auxílio aos mais necessitados mostra-se tão essencial. Daí surgiu o “som da esperança”, que fez-se ouvir e lembrou-nos que a solidariedade não está de Quarentena, ela não ficou presa no isolamento.

Um novo formato

E como realizar, neste cenário atual, uma “festa que nunca acaba” e que reúne multidões? Como soltar a voz e atrair cada vez mais pessoas, se toda e qualquer aglomeração hoje traz um risco real que contradiz toda a ideia da promoção de uma experiência com o bem e com a beleza, que a festa sempre defendeu?

As vozes que se uniram para dar louvor a Deus, promover a paz, a cultura, o entretenimento e dar a oportunidade para que todos também propaguem este som da esperança marcaram um encontro por meio de uma Live no próximo domingo, dia 07 de junho. De um jeito virtual, mas não daquela forma que te faz pensar no que não existe. Virtual, mas real. Online. Live. Na rede.

Unidos pelo som da esperança

Afinal, a figura de uma ‘rede’, algo que se forma ao entrelaçar-se e interligar-se, parece profundamente compatível com este evento, que sempre se formou com uma combinação de diferentes expressões de arte e cultura.

A rede fará ressoar o som da esperança que reuniu aristas e parceiros para criar uma festa que chega até a sua casa para lhe divertir e lhe despertar para a partilha de experiências e de recursos com o próximo.

Uma causa maior: A solidariedade

Neste domingo, várias atrações estarão unidas em prol de quatro instituições que realizam variadas atividades de ajuda ao próximo e de promoção da dignidade humana. Será uma noite para apreciar a musicalidade oferecida e deixar-se envolver pela batida. Uma noite para cantar o amor, a partilha, a esperança. Uma noite para nos unirmos na rede, para estarmos juntos e olharmos para os outros. Essa é a proposta do Halleluya Solidário.

O Festival que costuma reunir mais de um milhão de pessoas em suas cinco noites, arrecadar milhares de bolsas de sangue na sua parceria com o Hemoce, coletar toneladas de alimentos para as obras de promoção humana da Comunidade Católica Shalom, agora dá um novo passo no seu compromisso cultural e social.

Para beneficiar a Obra Lumen, a Fazenda da Esperança, o CEU e Projeto Shalom Amigo dos Pobres, a primeira edição exclusivamente online do Festival Halleluya, espera um público disposto a contribuir com os mais diversos serviços destas instituições, que promovem: tratamento para a recuperação de dependência química; acolhimento a crianças e jovens em situação de risco; adultos e crianças portadoras do vírus HIV, entre outros serviços.

Uma só canção

Este é o som que nos une numa só canção: o desejo de ser auxilio a quem precisa nesta época de ausências e de privações. O som do Festival Halleluya sempre propõe um eco de nova vida, uma experiência concreta com a alegria que não passa e constrói algo bom em nós.

No Halleluya Solidário, essa melodia vai entrar na sua casa, e dela, vai ao encontro de outros. A solidariedade nos guia para este lugar, em um momento de diversão e doação. Se o isolamento tem nos ensinado cada vez mais o valor de estarmos juntos, quanto mais precioso é nos juntarmos por aqueles que precisam do nosso cuidado.

_____________

Acompanhe

Halleluya Solidário: Adoração e Vida se une ao evento para fazer o bem

Halleluya Solidário: Rosa de Saron fala sobre a expectativa para o live show

Halleluya Solidário: Conheça as instituições que serão beneficiadas


Comentários

[fbcomments]

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *