Formação

Confira os possíveis sinais de alerta da Luxúria em você

Façamos um exame de consciência e vejamos estes “sintomas” estão presentes na nossa vida, a fim de que de reconhecer se estamos sendo contaminados pelo vício da luxúria.

comshalom

Você tem acompanhado aqui no comshalom.org a Série Vícios e Virtudes. Ontem falamos da definição de um vício, chamado de impureza, mas conhecido também como luxúria. Apresentamos hoje cinco sinais de alerta de possível luxúria em nós. Confira, a seguir:

1- Permitir imagens ao assistir filmes ou seriados: às vezes quando assistimos um filme ou um seriado aparecem cenas de sexo. De fato, hoje é raro que não tenha.

Não são propriamente cena pornográfica, porém, são quase. Não mostram os órgãos genitais, mas mostram praticamente todo o resto do corpo, além dos sons e os movimentos.

Tem pessoas que se gabam de não assistir pornografia, mas com toda tranquilidade assistem este tipo de cenas.

Assistir este tipo de imagens estimulam, em algum grau, o nosso corpo, de modo que se não temos a intenção de ‘pular’ tais cenas, talvez seja porque no fundo, queremos assisti-las, deixando em evidência os sinais da luxúria que há em nós.

2- Sensualismo no vestir: as mulheres com roupas que expõem o seu corpo (ex: blusas decotadas, saias curtas, bikini, etc) e homens arrumados demais sinalizam que desejam ser vistos e, em certa forma, desejados pelos outros.

Embora talvez não seja o ato pecaminoso em si a intenção direta da pessoa que usa esse tipo de roupa, se esconde por trás uma motivação vaidosa e sensual, de despertar naqueles que os veem algo que uma roupa mais modesta não despertaria.

3- Curiosidade exagerada nas conversas: às vezes, por curiosidade, podemos deixar que as nossas conversas entrem em intimidade demasiada entre conhecidos, amigos ou namorados.

Podemos facilmente, se assim o permitimos, ir entrando em áreas de intimidade e ir revelando segredos que não devem ser revelados.

Essa curiosidade pode chegar a casos que a conversa se torne obscena ou indecente, ou que inclusive, chegue a atos de pecado contra a castidade. Essa curiosidade pode ser movida pela luxúria. Esteja muito atento aos sinais desta possível inclinação da luxúria em você, principalmente as mulheres.

4- Exagerar nas carícias: este sinal diz respeito aos casais de namorados.

As expressões de carinho são próprias do namoro.

É importante demonstrar o afeto através de carinhos, beijos e abraços. Pressupõe-se também que entre os namorados existe uma atração física que os impele a buscar um ao outro.

Contudo, ainda não é tempo de manter relação sexual. Quando as carícias passarem daquilo que é próprio do namoro e fossem se aproximando daquilo que é próprio do matrimônio, então, é necessário parar.

A luxúria nos impele a sempre ir além. Se amamos devemos respeitar e esperar o tempo certo antes de querer avançar em intimidade.

5- Manter certos relacionamentos fora do matrimônio: este diz respeito aos homens e mulheres casados.

O adultério é pecado grave, e por isto, muitos o vem distante da sua realidade. Contudo, para não chegar a ele, é necessário ser prudentes.

Não é bom manter relacionamentos com pessoas do sexo oposto que ultrapassem certos limites de intimidade, a dizer, nas conversas, na frequência, na transparência (ex: não contar pro cônjuge de determinada amizade).

Com a desculpa de ter um espaço de recriação, uma ‘válvula de escape’, a luxúria nos impele à fantasia, que se esconde numa inocente amizade, porém, que, sem cautela, pode rapidamente se tornar numa traição e na destruição de uma família.

Façamos um exame de consciência e vejamos estes “sintomas” estão presentes na nossa vida, a fim de que de reconhecer se estamos sendo contaminados pelo vício da luxúria.

Confira os conteúdos anteriores da Série Vícios e Virtudes

DIA 1 | Vícios: saiba o que são e como combatê-los

DIA 2 | O vírus do orgulho: como reconhecê-lo em nós

DIA 3 | O remédio para o vírus do orgulho é a virtude da humildade

DIA 4 | O vírus da avareza e a busca desenfreada pelas coisas deste mundo

DIA 5 | 5 possíveis sintomas da avareza em nós

DIA 6 | A virtude da generosidade como remédio para a avareza

DIA 7 | O vírus da luxúria e os deleites de uma carne insaciável

7 pecados capitais aplicados no mundo do trabalho


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *