Formação

Série vícios e virtudes: 5 sinais de alerta da possível gula em nós

Você consegue identificar este pecado em você?

comshalom

No post anterior da Série Vícios e Virtudes, falamos sobre o vício da gula e o prazer desordenado na alimentação. Diante dos sinais da possível presença da gula em nosso proceder, cabe a nós fazer um exame de consciência e reconhecer se possuímos estas atitudes e se a sua origem se encontra no nosso pecado ou não.

_________________

Como identificar a gula?

1- Só comer aquilo que agrada: parece uma atitude de criança, porém, muitos adultos a possuem. Não se trata de ter preferência e escolhê-lha. Isso é normal. Se trata de comer somente, unicamente, exclusivamente aquilo que agrada. São estas pessoas que preferem não comer nada a comer algo que não é do seu agrado e que não se importam com os benefícios ou prejuízos do alimento na sua saúde. Só se importam com o gosto.

2- Não conseguir recusar comer algo que agrada: trata-se daquela incapacidade de dizer não quando alguém oferece algo que nos agrada, em um momento ou circunstância no qual sabemos que não é bom que comamos. Trata-se de não conseguir dizer não, mesmo quando a minha razão diz que “não é bom”, “não é necessário” e até mesmo “não quero”, porque acabei de comer e estou saciado, ou porque eu mesmo fiz um propósito.

3- Não conseguir parar: trata-se de continuar comendo ou bebendo mesmo estando saciado, ou tendo atingido um certo nível de saciedade. Tanto esta quanto a anterior, são devidas a uma vontade fraca.

4- Beber até a embriaguez: a bebida em si não é ruim, porém, o seu consumo traz efeitos inebriantes que, quando em excesso, afetam a razão do indivíduo. Ora, a razão é aquilo que nos dá a possibilidade de fazer escolhas livres, diferente dos animais, que estão sujeitos à ordem dos seus instintos. Anular a razão é perder liberdade. Beber em excesso deixa a pessoa propensa a cometer inúmeros pecados e põe a sua integridade e, inclusive, a sua vida e de outros em risco.

5- Reticência a fazer jejum ou abstinência: O jejum e a abstinência tocam em algo muito íntimo, que é a relação com o alimento. O sacrifício vivido nessa área fica entre você e Deus. Por isso, há algumas pessoas que preferem, dentre os diversos tipos de penitência, sempre aqueles que não atingem o seu paladar. Escolhem penitência sempre espirituais, sacrifícios interiores e até despojamentos materiais, mas deixar de comer alguma coisa? Jamais. Encontram mil e uma desculpas para não jejuar, ou para atenuar a intensidade do jejum. Isso pode ser vestígio de gula.

________________

Confira os conteúdos anteriores da Série Vícios e Virtudes

Vícios: saiba o que são e como combatê-los

O vírus do orgulho: como reconhecê-lo em nós

O remédio para o vírus do orgulho é a virtude da humildade

O vírus da avareza e a busca desenfreada pelas coisas deste mundo

5 possíveis sintomas da avareza em nós

A virtude da generosidade como remédio para a avareza

O vírus da luxúria e os deleites de uma carne insaciável

Confira os possíveis sinais de alerta da Luxúria em você

Série vícios e virtudes: O vírus da ira e os seus efeitos negativos em nós

A virtude da paciência como remédio para combater o vírus da ira

O vício da gula e o prazer desordenado na alimentação


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *